Um sorriso bonito, com dentes certinhos é o que muita gente gostaria de ter e hoje é possível corrigir os dentes com aparelhos ortodônticos. Até alguns anos atrás, esses aparelhos eram sinônimo de tecnologia avançada para alinhar toda a dentição e, por isso, eram bem caros, acessíveis somente que quem tinha uma boa condição financeira. Atualmente, essa realidade mudou bastante e todas as pessoas podem ter um tratamento dentário em diversas clínicas odontológicas no país. Os preços e custos caíram e, hoje, quem deseja sorrir e mostra dentes fortes e bonitos pode procurar um dentista de sua confiança e que seja especializado em ortodontia.
O aparelho ortodôntico é indicado para pessoas de todas as idades, desde que tenham a dentição intacta e não possuam nenhum tipo de prótese ou implante. Isso significa que o aparelho é destinado apenas a corrigir problemas na formação da dentição natural, pois as próteses não necessitam desse cuidado especial. Geralmente, os dentistas recomendam o uso de aparelhos dentários para a correção de dentes sobrepostos e para realinhar a mandíbula, pois deslocamentos nessa região da face costumam provocar muitas dores, inclusive dores de cabeça.
Após fazer os exames necessários, o odontólogo irá analisar o caso do paciente e qual o tipo de aparelho ele deverá utilizar e por quanto tempo permanecerá com ele, retirando-o apenas ao término do tratamento, ou seja, quando todos os dentes estiverem alinhados, respeitando a angulação desejada. Após a colocação do mesmo, o paciente deve procurar evitar comer certos tipos de alimentos mais duros, já que podem causar danos à estrutura metálica. Outro ponto muito importante a ser levado em consideração são os cuidados higiênicos com a região bucal. O aparelho forma uma espécie de obstáculo para a escova de dentes, contudo é perfeitamente fazer a escovação e também passar fio dental entre os dentes. Vale lembrar que a escovação deve ser mais rigorosa e, quando for necessário, deve-se trocar a escova de seis em seis meses.