O câncer de pele é uma das doenças que mais atingem homens e mulheres de todas as idades, especialmente quem se expõe ao sol com muita regularidade, sem o uso de protetor solar. A pele é o maior órgão do corpo humano, composta por duas partes: a derme e a epiderme. Geralmente, o câncer atinge a epiderme, camada da pele que fica mais exposta, por isso é fácil perceber quando o tumor maligno está no começo, propiciando o tratamento logo no início da doença. O câncer de pele tem algumas peculiaridades, como manchas escuras, muitas vezes acompanhadas de feridas que sangram, mesmo quando não mexemos na parte afetada.
Ao perceber esse tipo de lesão na pele, o mais indicado é procurar o antes um médico dermatologista para fazer os exames iniciais que diagnosticam o surgimento do tumor maligno. Além do fator genético, o câncer na pele pode ter várias causas, inclusive a exposição aos raios solares e frequentes queimaduras na pele devido à irradiação solar intensa. Por isso, a melhor maneira de prevenção do câncer de pele é passando o protetor solar, retocando a cada duas horas, mesmo em dias de tempo nublado. Grade parte das pessoas acredita que em um dia encoberto, em que o sol não está tão forte, os raios não atingem o solo com tanta força. Na verdade, isso é um mito, um enorme engano. Mesmo com as nuvens ou dia frio, o sol continua lá, despejando seus raios ultravioletas com a mesma intensidade, podendo afetar a pele com a mesma nocividade.
Os tipos mais comuns de câncer são os melanomas, os tipos mais graves capazes de criar metástases, o carcinoma basocelular e o carcinoma de células escamosas, que desfiguram mas não se espalham para outras partes do corpo. Vale ressaltar que o filtro solar deve ser passado inclusive em regiões como as orelhas, colo e mãos, pois também ficam expostas ao sol e se queimam com facilidade, ocasionando manchas em tom acastanhado. Outra dica também bem bacana que muitos dermatologistas indicam é o uso de bonés ou chapéus, especialmente para os homens calvos, já que a pele do couro cabeludo fica mais sensível e pode se queimar facilmente sem a proteção dos cabelos.