A comissão de formatura tem um papel fundamental em toda a organização da festa de formatura, em todas as decisões que são tomadas em relação à cerimônia de formatura do grupo, como a escolha da empresa de assessoria de eventos que ficará responsável pelo planejamento da comemoração, definição da data do evento, escolha do local mais adequado para o acontecimento da festa, entre outros detalhes.
Assim que os alunos entrarem no último curso de graduação, já devem começar a se voltar para a formação da equipe que fará parte da comissão de formatura, pois este grupo terá quase um ano para organizar a festa de formatura, que, assim como uma cerimônia de casamento, exige bastante disponibilidade para cuidar de todos os assuntos e detalhes envolvidos na programação da celebração. Geralmente, a comissão de formatura é formada por alunos voluntários, de uma ou mais turmas de formandos, que terão como meta arrecadar fundos para a formatura, escolher os oradores e juramentistas, escolher os professores que receberão homenagem, definir os paraninfos, entre outras atividades.
O ideal é que o grupo que formará a comissão seja contemplado com um número menor de alunos voluntários, tornando-se mais fácil administrar as divergências de opinião que podem surgir ao longo do ano. Definir um representante é outra sugestão bem aceita e adotada pela maioria das comissões de formatura em faculdades ou colégio, isso porque o representante é quem vai conversar pessoalmente com todos os organizadores da festa, se isso se fizer necessário.
O representante também pode criar uma associação sem fins lucrativos a fim de arrecadar verbas para o evento de formatura e tomar conta dos prazos de pagamento e negociações junto às empresas prestadoras de serviço contratadas para realizar o evento. Essa associação deverá ser registrada no Cartório Civil de Pessoas Jurídicas, depois que a comissão criar normas e um estatuto que irão reger todas as suas atividades.