Em festas de casamento mais formais, o cardápio do buffet para casamento precisa ser muito bem planejado, seguindo sempre o estilo da festa, o horário  e o estilo do casal. Geralmente, as recepções mais sofisticadas são sempre regadas a bebidas finas e um cardápio que inclui jantares, coquetéis e quitutes. Os buffets especializados contam com profissionais da área gastronômica que além de prepararem pratos deliciosos e muito requintados, ainda podem orientar seus clientes sobre como combinar o menu e as bebida finas, como vinho, espumate e champagne.
Muitos casais, quando contratam um buffet, também gostam d epoder contar com sommeliers, profissionais com conhecimento profundo de bebidas finas. E para garantir muito sucesso na sua recepção de casamento, tirando muito elogios dos convidados, preparamos umas dicas para que você também saiba combinar o cardápio de pratos quentes e frios com as bebidas nacionais e importadas. Vale lembrar que consultar um profissional que conheça os vinhos e espumantes é sempre válido, mas você também pode fazer experiências e ver o que mais combina com seu paladar, sem exagerar nas misturas, mas também sem precisar se ater tanto à formalidade caso a festa seja mais casual.
Por exemplo, pratos temperados com ingredientes mais fortes pedem vinhos mais encorpados, assim como os pratos mais leves combinam melhor com vinhos mais delicados. Pratos mais gordurosos harmonizam mais com os vinhos tintos, até porque são mais ácidos, o que se contrapõe à gordura dos alimentos. Os vinos doces são perfeitos para pratos doces, mas não se esqueça que o bolo de noiva deve ser acompanhado de  champagne ou espumante. Se o cardápio contém peixes e frutos do mar, saiba que esses alimentos se dão melhor com vinho branco, mas peixes mais forts como o salmão ficam perfeitos com bebidas mais encorpadas, como os chardonnays barricados.
As aves de sabor mais forte, como os patos e coelhos casam muito bem com bvinhos tintos, que são mais encorpados e mais ácidos, com um aroma também muito intenso. Já as carnes brancas menos tenras como o frango e o peru harmonizam com o vinho branco mais encorpado ou com o vinho tinto mais suave. Apenas tome muito cuidado com comidas típicas de tempero difenciado, como a comida japonesa. Além de ir bem o sachê, ela pode ser  degustada com vinho branco e espumantes bem ácidos, mas nunca com vinho tinto.