A higienização bucal é algo necessário para manter a boca saudável e livre de germes, bactérias e outros microorganismos que causam cáries, placas bacterianas, tártaro e halitose, mais conhecido como mau hálito. Além da escovação adequada e uso de fio dental, os enxaguantes bucais se mostram elementos importantes na limpeza dos dentes, retirando restos de alimentos e mantendo a boca saudável. Alguns enxaguantes mais modernos também clareiam os dentes de acordo com o uso contínuo, e atuam como complemento da escovação dos dentes após cada refeição.
Após cerca de seis semanas de uso, esses produtos já dão resultados muito eficazes, em que é possível perceber a diferença de tonalidade, pois chegam clarear os dentes em até dois tons acima. Compostos de peróxido de oxigênio, os enxaguantes bucais com função clareadora de dentes possuem partículas que agem sobre o esmalte dos dentes, removendo manchas e placas mais escurecidas. Os antissépticos bucais geralmente são administrados após a escovação, retirando partículas de alimentos que a escova de dentes não conseguiu remover. Mas nada impede de que sejam usados antes mesmo da higienização com a escova, como forma de já remover os restos de alimentos, complementando o trabalho realizado posteriormente com a escovação.
Com diversas marcas e preços, os enxaguantes são receitados pela maioria dos dentistas, já que só causam benefícios aos dentes, desde usados da maneira correta e sem exageros. O ideal é que se utilize o produto duas vezes ao dia, depois das principais refeições. Isso já assegura uma limpeza profunda da região bucal, sem riscos de causar grande desgaste no esmalte dos dentes e até mesmo a irritação da gengiva. Em drogarias, farmácias e lojas de cosméticos, os antissépticos podem ser encontrados em diferentes marcas e embalagens, com maior ou menor quantidade de líquido, inclusive com miniembalagens, perfeitas para levar na bolsa e utilizar em qualquer lugar onde esteja.