Ser escolhido para paraninfo de uma turma que está se graduando na universidade possivelmente é um dos maiores orgulhos de um professor universitário. Isso significa que, além de ser considerado um mestre exemplar, a turma toda possui um enorme carinho por esse profissional e o escolheu para ser o padrinho dos formandos. A palavra paraninfo vem do grego e que dizer “padrinho”. Por isso, escolher um paraninfo é uma tarefa muito difícil, mas também bastante compensadora para os alunos.
O paraninfo pode ter acompanhado a turma durante todo o curso da graduação ou apenas durante um curto período de tempo. O mais importante é que este mestre tenha se identificado com seus alunos a ponto de conquistar a confiança e o carinho deles, sempre dando conselhos e mostrando o melhor caminho para a realização profissional de jovens que, em breve, estarão disputando o mercado de trabalho, e como concorrentes!
O paraninfo também discursa durante a cerimônia de colação de grau e seu discurso pode estar escrito ou na ponta da língua. Quase todos os professores escolhidos para paraninfos apelam mesmo para a cola no momento de fazer seus agradecimentos e dar sua última lição aos seus futuros bacharéis. Isso acontece porque geralmente os textos são longos, repletos de palavras de carinho, incentivo, saudade e alegria.
Assim como os formandos homenageiam o paraninfo em seu discurso, o paraninfo pode retribuir a gentileza e prestar uma bela homenagem aos seus alunos, sempre exaltando os bons momentos que tiveram juntos, superando todas as dificuldades e obstáculos para chegar a conquista da vitória, a conquista de um diploma universitário e do respeito da sociedade!