A mantilha para noiva é um dos acessórios mais tradicionais do casamento e tem a mesma função do véu: embelezar a nubente e emoldurar o rosto dela, conferindo um ar de charme, mistério e pureza à noiva, ainda considerada uma verdadeira donzela. Como uma peça bastante tradicional na composição das noivas, o acessório fica belíssimo quando combinado com vestidos de noiva mais tradicionais, já que a mantilha tem o comprimento bem maior do que o véu comum. Para usá-lo com classe e elegância, é preciso que a noiva tenha um porte bem bonito e clássico, ficando mais bonito e sofisticado em mulheres mais altas, quando a mantilha é confeccionada em um comprimento maior.
Para as noivas mais baixinhas, a mantilha longa não é muito indicada porque acaba deixando “achatando” ainda mais a silhueta da nubente. Entretanto, para as mais altas, a mantilha fica perfeita na composição. Nesse caso, o véu ainda continua sendo a melhor aposta, mesmo porque existem poucas diferenças entre um tipo de acessório e outro. Em verdade, o que mais os diferencia são os tipos de tecidos e os bordados e também a forma como eles são presos ao penteado. No véu tradicional de noiva, a peça é confeccionada em tecido liso, preferencialmente o tule, e recebe bordados e rendas apenas nas bordas. Já a mantilha é toda elaborada com bordados e rendas, deixando a peça mais pesada e encorpada.
Devido a esse motivo, muitos estilistas e ateliers de costura sugerem às noivas que usem a mantilha apenas quando o casamento for acontecer em estações mais frias. No calor, a mantilha rendada, mesmo mais curta, fica muito pesada, o que pode causar certo desconforto para a nubente, pois fica mais próxima ao rosto e ao corpo, muitas vezes até cobrindo todo o rosto. Vale lembrar que se a mulher desejar cobrir todo o rosto – causando bastante entre os convidados que ficam ansiosos para ver a noiva – deverá levantar o tecido do rosto assim que chegar ao altar.
Outra dica bem interessante é que a mantilha deve sempre combinar com o estilo do vestido, pois a harmonia entre eles surte um efeito bem mais bonito e elegante. Na hora de escolher a renda do vestido de noiva, selecione o mesmo tipo de renda para a mantilha. Mas preste bem atenção com relação ao excesso de bordados e brilhos. Se o vestido for muito elaborado, prefira a mantilha mais discreta. Caso contrário, a mantilha poderá receber muitos bordados e brilhos, fazendo um perfeito contraste com a composição da nubente.