Se você perceber uma coceirinha estranha ou manchas na pele, procure um médico dermatologista, pois você pode estar sendo acometido por uma micose de pele. Essa doença é mais comum do que se imagina, não é grave, mas requer um tratamento mais longo e muito empenho do paciente para desistir no meio do caminho. As micoses de pele, muito conhecidas como tíneas, são causadas por fungos, que também podem atingir a unha e os cabelos. Quando o fungo se instala na pele, ele se “alimenta” da queratina da pele e, para se reproduzirem, os fungos precisam contar com alguns fatores favoráveis, como baixa imunidade, estresse, exposição ao sol ou calor excessivo.
A tínea pode se manifestar de diferentes formas, dependendo do local onde o fungo se instalou. Na pele, causa manchas avermelhadas e descamativas, em formato arredondado, nos pés, causam forte coceira e descamação na planta dos pés. Já nos cabelos, esse tipo de micose atinge com maior freqüência as crianças, fazendo com que surjam pequenas feridas e quedas de cabelo na região acometida pelo fungo.
A frieira é um dos tipos de micose mais conhecidos pela população, especialmente pelos atletas. Isso porque a região entre os dedos dos pés está sempre úmida com o suor, o que acaba proliferando fungos causadores dessa doença.
A ptiríase versicolor, ou pano branco, como é conhecida popularmente é outro tipo de micose, que afeta, mas especificamente, a região das costas, pescoço, face e couro cabeludo. Ela se caracteriza por pequenas manchinhas brancas e descamativas, que pioram quando a pessoa se expõe ao sol. Vale lembrar que todas essas doenças são curadas com tratamentos elaborados por médicos dermatologistas e não profissionais de estética. Com medicamentos simples, os fungos desaparecem e você se vê livre desses incômodos todos.
Como forma de prevenção de micoses, algumas providências podem ser tomadas: evitar ficar com roupas molhadas por um longo período de tempo, enxugar bastante a região dos dedos dos pés e mãos, não usar objetos pessoais de outra pessoa, evitar roupas quentes e justas, nunca utilizar alicates de unha de outras pessoas e, quando tiver contato com animais, verificar se os pelos do animal possuem alguma alteração.