Rosas são flores de casamento por excelência. Um símbolo universal do amor e da beleza, elas são ao mesmo tempo clássica e contemporânea, onipresentes mas nunca exageradas. Para se ter uma idéia, havia 20 mil rosas de cor creme no casamento de Catherine Zeta-Jones e Michael Douglas. Mais recentemente, noivas estão considerando a rosa vermelha luscious Por quê? As rosas são sinônimo de romance. Mais elegante do que as margaridas, tulipas, a rosa também é mais acessível do que as orquídeas.
As rosas são simbólicos. Abra qualquer romance, olhe para qualquer pintura romântica, e é claro que uma leva enorme de escritores, poetas, artistas e outros usaram a rosa como metáfora para o amor eterno, beleza e paixão. Mas por quê? A história conta que Chloris – a deusa grega das flores – criou a rosa a partir de uma ninfa sem vida. Na criação, Chloris pediu para Afrodite, a Deusa do Amor, abençoar a ninfa com a beleza, para Dionísio, o deus do vinho, pediu o aroma doce e às três Graças para conferir charme, brilho e alegria em cima dela. Em seguida, Zephyr, o Vento Oeste, afastou as nuvens para que Apolo, o deus do sol, pudesse fazer a flor das flores. E assim nasceu a rosa, o símbolo eterno da beleza