Objetos valiosos, tanto no sentido material, quanto sentimental, as alianças de casamento são tipos de peças que não devem ser guardadas em qualquer lugar. Se existe uma joia que precisa de um lugar especial é a aliança, símbolo do matrimônio. Claro que essa peça passará a maior parte do tempo no dedo dos noivos, mas até que ela seja entregue no dia do casamento, ficará guardada em um local peculiar: o porta aliança para casamento. O porta-aliança também é conhecido como aquela almofadinha que abriga par de alianças em ouro, levada pelas daminhas de honra ou demoiselles durante o cortejo na cerimônia de casamento.
Além das almofadinhas, confeccionadas em um tecido muito fino, também existem as caixinhas de metal, vidro ou madeira, muito bonitas e sofisticadas para guardar a aliança de noivado ou casamento, sem contar as cestinhas de metal ou vime. Na maioria das vezes, ao comprar a aliança de casamento em ouro amarelo ou branco, o noivo já deve se preocupar em providenciar o porta aliança de casamento. Antigamente, esse item era, muitas vezes, produzido pelas mães das noivas, mas hoje, já existem empresas especializadas em fazer almofadinhas brancas e coloridas, com tecidos como o cetim, tule e algodão. As caixinhas de madeira e vidro estão entre as prediletas das mulheres por sua dupla funcionalidade: servem para acomodar as alianças de casamento durante o cortejo da cerimônia e também como porta joias.
Algumas noivas até preferem elas mesas produzirem as almofadinhas para porta-aliança de noivado e casamento. As nubentes que levam algum jeito com trabalhos manuais se inspiram em revistas de artesanato para criar peças bonitas e que combinem com seu gosto pessoal. Além de almofadinhas bordas e rendadas, os tecidos coloridos, desenhados e com temas e até caricaturas dos noivos fazem muito sucesso no casamento, assegurando um charme a mais na festa. Conhecer o passo-a-passo de como fazer o porta-aliança é um modo bem mais econômico de elaborar a peça, sem grandes custos com material e mão-de-obra.