O bolo de casamento, tal como o conhecemos hoje, foi originalmente feito de pães de trigo e os pedaços do bolo de noiva eram quebrados na cabeça da nubente. Esta tradição surgiu para conceder fertilidade e boa sorte à noiva e à nova etapa de vida, agora como uma senhora casada. Esta é apenas uma das várias tradições do bolo de noiva. O corte do bolo de casamento não é feito apenas para indicar o final das formalidades na recepção de casamento. Originalmente, o bolo de noiva decorado era cortado apenas pela noiva, significando a perda da virgindade da nubente.
Mas hoje, esta tradição inclui o noivo também, e cortar o bolo junto com a noiva, compartilhando a primeira mordida no pedaço de bolo, simboliza que o casal assume o compromisso de compartilhar uma nova vida juntos. De acordo com outra tradição do bolo de casamento, se uma pessoa solteira dorme com um pedaço de um bolo de noiva sob o seu travesseiro, ela sonhará com o seu futuro esposa, ou futura esposa na mesma noite.
A camada de topo do bolo de casamento era tradicionalmente mantida e utilizada para o batismo do primeiro filho do casal. Mas hoje essa tradição foi ligeiramente modificada e a camada superior é guardada para ser usada no primeiro aniversário do casal. Outra tradição era colocar os enfeites do bolo de casamento, anexados às fitas que ornam o bolo. A dama de honra que puxasse uma fita teria seu destino revelado, dependendo do enfeite que ela tirasse na fita. Os encantos que eram tradicionalmente utilizados e seus respectivos significados são: um Coração: novo amor; um trevo: significa boa sorte; um anel de noivado: você é o próximo a casar; uma âncora: aventura em breve; uma flor: amor vai florescer; a ferradura: você tem sorte na vida.